Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Música’ Category

A Fine Frenzy

Venho aqui nessa segunda depois de um feriado e com cara de férias, dar uma dica musical. A bola da vez é : A Fine Frenzy. Tem como ser tão fofa e ter um cabelo tão lindo? São cabelos como esse que me fazem querer pintar o meu novamente, mas isso é outra história. A Fine Frenzy é o nome artístico de Alison Sudol, uma cantora, compositora e pianista norte-americana. ” A Fine Frenzy”, segundo o Wikipédia, vem de um trecho de uma peça de William Shakespeare em “O sonho de uma noite de Verão”:

Dito por Theseus, Acto 5, Cena 1 – “The poet’s eye, in a fine frenzy* rolling, Doth glance from heaven to earth, from earth to heaven” (O olho do poeta, num delírio excelso, passa da terra ao céu, do céu à terra, e como a fantasia dá relevo a coisas até então desconhecidas, a pena do poeta lhes dá forma, e a essa coisa nenhuma aérea e vácua empresta nome e fixa lugar certo).

A primeira música que eu conheci da banda foi Ashes and Wine graças a um episódio da 2ª temporada de The Vampire Diaries, o terceiro para ser mais exata – Bad Moon Rising. De cara eu me apaixonei pela bela voz da Alisson assim como a letra que ainda me faz lembrar exatamente do episódio! Segue um vídeo com ela cantando essa música ao vivo.

Is there a chance?
A fragment of light at the end of the tunnel?
A reason to fight?
Is there a chance you may chance your mind?
Or are we ashes and wine?

Acabei procurando outras coisas da banda e baixei o primeiro álbum lançado em 2007 – One Cell in the Sea. O segundo saiu em 2009, chamado Bomb in a Birdcage, que eu ainda não encontrei um link válido, mas continuo à procura. As músicas são diferentes e o modo como ela casa o clássico advindo do piano com ‘batidas’ eletrônicas, dizem que tem o poder de alcançar todo o mundo.

Almost Lover é a minha preferida do primeiro álbum dela e espero que gostem do vídeo oficial que separei aqui.

I never wanna see you unhappy
I thought you’d want the same for me
Vale à pena dá uma olhada no site oficial dela – aqui 🙂

Beijo, 

Carmem 

Read Full Post »

What hurts the most?

Jay DeMarcus (baixo), Gary LeVox (voz) e Joe Don Rooney (guitarra)

Oi pessoas! Eu tenho um ciúme das coisas que eu gosto/curto, mas por um lado acho bacana compartilhar nesse espaço por onde a minha veia musical tem passeado, então venho aqui dar mais uma dica musical para vocês =)

Em uma bela noite desgastante de estudos aqui em casa com um prazo mega curto para a entrega de um artigo, estávamos eu e Renata no nosso intervalo ouvindo músicas. Eu não fazia ideia que a Renata conhecia essa música e adorei quando ela me mostrou o clipe. Como todo mundo que lê os meus posts sabe, sou meio chorona e com esse clipe lindo o resultado não poderia ser diferente: choramos loucamente assistindo-o!

Eu não sei de onde conheço o Rascal Flatts, uma banda Pop/country dos Estados Unidos, só sei que essa música está aqui no meu computador e eu adoro me pegar cantando ela no chuveiro hihi Essa banda ficou grandemente conhecida depois de ter uma música – Life is a Highway – como tema do filme Carros da Disney. (Filme lindo, à propósito *-* ) Pesquisando por aí (obrigada, Google!) descobri que “What hurts the most?” é uma música em tributo à morte da ex-namorada do Gary (vocalista) chamada Kelly e foi divulgada pela primeira vez (acho) num minishow na ABC com a participação especial da Kelly Clarkson.

Enfim, aproveitem a música bonita 🙂

Beijo,

Carmem

Read Full Post »

All I Need & Utopia

[ Desenferrujando o blog em 3,2… ]

Mais uma dica musical e dessa vez é dupla! Espero que vocês gostem 🙂

A primeira vez que ouvi Within Temptation foi em um episódio de The Vampire Diaries (1×19 – Miss Mistic Falls) em uma cena altamente chorável em que Damon e Elena (ninguém tem obrigação de saber dos personagens, né? Desculpa hehe) dançam ao som de All I Need. Eu não sei se o que me encantou foi a voz da vocalista, a letra da música ou a cena em si que deu um ar lindão demais a musica, mas quer saber ? Acho que música não precisa de explicação. Como eu sou uma manteiga derretida assumida quando o assunto é Série, imagina o que acontece quando juntamos uma música linda numa cena em que dois dos meus personagens favoritos dançam juntos? Lágrimas na certa! Além do ritmo contagiante e letra apaixonante…

Can you still see the heart of me?
All my agony fades away
when you hold me in your embrace

Bom, a segunda música é Utopia também do Within Temptation, mas com participação do Chris Jones (?). Encontrei-a altamente por acaso no Google procurando um quote dessa mesma série e acabei baixando-a como quem não quer nada. Hoje adoro me pegar com um tempinho para ver o clipe e cantar loucamente a música.

Why does it rain, rain, rain down on utopia?
Why does it have to kill the ideal of who we are?

Beijo, 

Carmem

Read Full Post »

Chasing Cars…

No episódio final da 2ª temporada de Grey’s Anatomy – Losing My Religion – além de todos os quotes lindos e do drama (Meredith e Derek, Callie e George, Cristina e Burke e Deny e Izzie tem conversas ou nem tanto sobre seus relacionamentos e o curso de suas vidas), uma coisa me chamou a atenção: A música “Chasing Cars” do Snow Patrol. Procurei a música incansávelmente porque ainda não conhecia esse site – Planeta da Música – que faz com que encontremos trilhas sonoras de todas as nossas séries favoritas! \o/ A música é digna do final emocionante da temporada e apesar da série estar na 7ª temporada, desde então eu gosto dessa música e venho aqui hoje nesse domingão que não é do Faustão para passar essa dica musical para vocês! Com uma letra curta e viciante, além do clipe lindo, ela não saiu da minha cabeça na sexta e no sábado, ainda mais sendo cantada no episódio musical (S07E18) de Grey’s que eu vi ontem. Espero que vocês curtam 🙂

 

If I lay here,
If I just lay here,
Would you lie with me and just forget the world ?

Beijo,

Carmem


P.S. Foto retirada do Google.

Read Full Post »

 

Gavin DeGraw ♥

Conheci muitos cantores a partir das minhas séries, mas talvez a maior surpresa delas tenha sido o Gavin DeGraw! A primeira música que eu ouvi dele foi a música de abertura de One Tree Hill : I don’t want to be. A música é a cara da série e se não foi feita para ela é daquelas músicas que você ouve e diz: Caramba! Essa música é a minha cara! ( Isso se OTH fosse uma pessoa, claro! hehe) Curiosidade de seriadora: One Tree Hill chegou na 5ª temporada sem a abertura conhecida e querida por todos os fãs. A alegação dos produtores foi que eram perdidos 40 segundos ou quase 1 minuto do episódio com a música de abertura, daí como tempo é dinheiro, resolveram tirar a música de abertura. Como assim, gente? O.o Era muito estranho não ter música de abertura, mas para a nossa grata surpresa o Mark Schwahn (produtor executivo e dono da série ) nos presenteou com DeGraw cantando a clássica abertura nessa 8ª e talvez última temporada. Foi muita emoção ouvi-lo em One Tree Hill de novo ♥ (Mas esse assunto rende outro post, na verdade).

De lá para cá, baixei alguns de seus Cd’s e sou uma grande apreciadora/admiradora fã descontrolada do seu trabalho e da sua pessoa. O Gavin tem 34 anos, é nova-iorquino, é um fofo, a voz dele me encanta assim como a sua habilidade em tocar violão e piano e a simpatia dele para com os fãs (vários vídeos no youtube tocando em coletivas a pedidos) deveria ser um exemplo para outros artistas esnobes por aí. Poderia falar da biografia dele, mas não sei se isso importaria muito por aqui…

Eu tinha um Top 5 de suas músicas, que acabou virando um Top 10 dada a quantidade de Cd’s e de músicas que não estão em Cd’s que eu acabo encontrando (Obrigada, 4shared lindo *-*). Mesmo a dificuldade de classificar as minhas favoritas em um ranking sendo grande, eis as escolhidas:

Dancin’ Shoes

We Belong Together

More Than Anyone

She Holds a Key

I Don’t Want To Be

Just Friends

Dreams

I Have You To Thank

Belief

Mountains To Move

 

Queria ter $espaço$ para um piano em casa e dedos longos...

 

Enquanto escrevia esse post ouvia músicas dele que por acaso não estavam no Top 10, mas que poderiam muito bem estar, sabe? Como Nice To Meet You Anyway ou Chariot ou Free. Ele tem um CD só com regravações que me fazem gostar ainda mais de certas músicas como We Are The Champions do Queen e Against All Odds do Phill Collins. Voltando a One Tree Hill, o DeGraw já apareceu na série algumas vezes, na 2ª temporada cantando em um bar, fazendo um show na 3ª ou cantando com o Jamie na 5ª – esse vídeo está na lista acima, só clicar e ver que fofura ele cantando/tocando com uma criança de 4 anos ♥

Enfim, eu sei que esse post ficou uma rasgação de seda completa pelo DeGraw, mas eu só queria compartilhar onde que meu espírito para quando o assunto é música, apesar de existirem outros lugares, ele é um dos mais reconfortantes. Algo tão importante nas nossas vidas, né? Apesar de eu ser uma masoquista musical (adoro esse termo hihi), é com o DeGraw que eu passo minutos cantando no chuveiro, ou enquanto faço faxina ou caço coisas na internet ou simplesmente por ouví-lo mesmo, porque algumas músicas me fazem bem,ao mesmo tempo que me fazem pensar, e acho isso bacana demais. Espero que eu tenha conseguido expressar um pouco do meu carinho pelas músicas que estão nele…

Deixo vocês com o vídeo de We Belong Together, tema do filme Tristão e Isolda de 2006, que me fez chorar tanto quanto quando vi Um Amor Para Recordar emocionou de um jeito bonito! A combinação do DeGraw com essa história épica me renderam algumas lágrimas, confesso. Não se deixando levar pela opinião de uma manteiga derretida, o vídeo é lindo sim.

 

 

Beijo,

Carmem

Fotos que ilustram esse pequeno post extraídas daqui.

 

Read Full Post »